November 14, 2019

Please reload

Posts Recentes

O tripé da sobrevivência escolar na retomada das aulas

July 1, 2020

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

O que é o vírus Mayaro?

May 31, 2019

 

 

Causador da febre do Mayaro, esse vírus é disseminado por mosquitos e pode provocar dores nas articulações, como o chikungunya. Conheça a doença:

O vírus Mayaro é transmitido por diferentes mosquitos – principalmente o Haemogogus – e causa principalmente febre e dores nas articulações, que podem persistir por meses. Ele já é considerado endêmico na região Amazônica, mas há indícios de que pode ter se espalhado para outros locais, como o estado do Rio de Janeiro. Não há vacina que previna contra a chamada febre do Mayaro. Por outro lado, é possível evitar a infecção e, se for o caso, controlar seus sintomas.

 

 

 

Sintomas da febre do Mayaro
- Febre
- Dores musculares
- Dores e inchaço nas articulações, que podem persistir por meses
- Manchas vermelhas pelo corpo
- Náuseas

Há relatos de complicações graves, que envolvem problemas neurológicos, hemorragia e até morte. Contudo, esses casos são raríssimos. Na maioria das vezes, os sintomas desaparecem com o tempo.

A transmissão
O ciclo é muito parecido com o da febre amarela. Ou seja, um mosquito com o vírus Mayaro infecta um ser humano ou um macaco. Esses hospedeiros, então, contribuem para a disseminação da doença, uma vez que outro inseto pode picá-los, receber o vírus e passá-lo pra frente.

Atualmente, o Mayaro circula mais em regiões de mata ou próximas a elas no Brasil. Seu vetor mais conhecido é o mosquito Haemagogus, que também espalha a febre amarela. Esse é um inseto eminentemente restrito a ambientes com muitas árvores.

No entanto, estudos indicam que o Aedes aegypti e mesmo o famoso pernilongo têm potencial para transmitir o vírus Mayaro. Essa é uma preocupação, porque, se isso começar a acontecer, o número de casos no Brasil pode se multiplicar.

Nesse sentido, uma pesquisa da Universidade Federal do Rio de Janeiro sugere que esse agente infeccioso já está no estado desde 2015 – possivelmente por uma adaptação do Haemagogus. O Ministério da Saúde, por sua vez, afirma que não há episódios urbanos confirmados de febre do Mayaro.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Procurar por tags